De volta ao escritório

Estava lendo um artigo no site do TED (IDEAS.TED.COM) e quis compartilhar algumas dicas com vocês.

Sei o quanto ainda está complexa a adaptação do mundo virtual para o presencial.

Sofremos com a mudança inversa no começo da pandemia e agora, adaptados a ter mais autonomia com o tempo, podemos nos sentir um tanto perdidos e ansiosos sobre por onde começar a reorganização.

Seguem trechos do artigo.
Boa leitura e lembre-se de ser gentil, todas as pessoas não estão muito bem.

A mudança para o trabalho doméstico foi repentina e esse tipo de mudança foi psicologicamente chocante e, portanto, negativa para a maioria das pessoas, de acordo com Meag-gan O’Reilly PhD, psicólogo de Stanford, cofundador da Inherent Value Psychology Inc.

Além do mais, essa mudança foi combinada com a incerteza sobre o futuro; a perda de autonomia, liberdade e conexão que veio com o bloqueio; e um nível de perda e tristeza sem precedentes para muitos de nós.

Segundo Rebecca Henderson, dos Estados Unidos, CEO da Randstad Global Businesses, que fornece serviços de RH. “Não vamos voltar ao que era antes da pandemia. Haverá limitações na maneira como as pessoas ficarão juntas. ” Isso pode significar que os espaços de intervalo para almoço, salas de reuniões e até banheiros podem parecer muito diferentes do que antes.

“Um dos elementos que espero que todos nós mantenhamos ao voltarmos ao trabalho é essa ideia de humanidade compartilhada”, diz ela. “Quando estávamos todos “zoomiando”, tínhamos crianças correndo ao fundo, nossos bichinhos pulando em nosso colo. As pessoas passaram a nos ver como mais plenamente humanos, e isso permitiu que todos estivessem mais divertidos.”

Espero que nesses retornos nós todos possamos nos sentir mais e mais seguros, não apenas em relação ao vírus, mas principalmente em relação ao humano em mim e no outro, nas relações, nas dúvidas genuínas, nas decisões compartilhadas e na busca pelo conhecimento e aceitação de quem verdadeiramente somos.

Velhos novos hábitos

E assim começa o nosso re-despertar e re-considerar o conviver.

Bondade consigo e com todos

Muitos desafios nos aguardam nessa volta, muitas incertezas e muitas expectativas. Uma coisa é certa: todos nós passamos por muitas coisas e provavelmente ainda estamos passando.

Li uma frase outro dia que fez muito sentido para mim: Seja legal, ninguém tá muito bem.

#voltaaopresencial#inteligenciaemocional#inteligenciasocial#ambientedetrabalho#teoriadisc#autoconhecimento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.